Cabrera

Com um peculiar nome que surgiu graças às cabras do monte que viviam na ilha há tempos atrás, Cabrera faz parte de um arquipélago desabitado, localizado no sul de Maiorca que une história e natureza em estado puro.

Composto por 18 ilhas e ilhotas, o Arquipélago de Cabrera está localizado 15 quilômetros ao sul de Maiorca. Em seus terrenos há mais de 450 espécies botânicas e cerca de 200 tipos de peixes que desfrutam do seu excelente fundo do mar, além de ser um excelente lugar de escala para a migração de mais de 150 tipos de aves.

Olhando para o passado

Com a chegada da Guerra da Independência em 1808, grande parte dos prisioneiros franceses foram trasladados à ilha de Cabrera. Depois de uma longa viagem de penúrias e amontoados, além de ter passado por diversas tempestades, os que conseguiram sobreviver às doenças chegariam ao seu novo lar.

Apesar de não contar com nenhum edifício prisional, a ilha se tornou uma prisão em sua totalidade. A comida chegava a conta-gotas a cada certo tempo de Maiorca até que, depois de uma tentativa dos presos de sequestrar o barco, aqueles que levavam a comida se negaram a voltar.

Passaram vários meses até que o serviço foi retomado e a vida na ilha se tornou um autêntico inferno. Os habitantes sobreviviam à base de plantas, mas em algumas ocasiões elas eram venenosas; e houve até casos de canibalismo.

Em 1814 a paz foi assinada e os poucos presos sobreviventes foram liberados.

Naquele momento, a ilha foi dominada pelo exército, embora as terras tenham sido alugadas para que houvesse produção agrícola.

A presença militar esteve presente na ilha praticamente desde que se lembra até 1999. Ao ser usada como campo de manobras e zona de práticas de tiro, a ilha conseguiria se manter praticamente virgem e inabitada, escapando da especulação imobiliária. Em 1991, foi declarada Parque Nacional Marítimo Terrestre.

O que ver em Cabrera

Envolvida por diversas lendas e com um iminente caráter histórico, Cabrera é um refúgio de paz, um espaço virgem que se conserva praticamente intacto.

Na ilha, você poderá desfrutar de pequenas praias praticamente vazias de um ambiente natural que vale a pena explorar. Esses são alguns dos lugares que você poderá ver se você decidir visitar Cabrera:

Castelo de Cabrera

Contemplando a ilha do alto como um vigia incansável, o castelo é uma das principais atrações da ilha Cabrera. Além de se manter sempre visível como um imponente torreão que cresce à medida que nos aproximamos do porto, a fortificação faz parte da história de Maiorca e oferece espetaculares vistas panorâmicas.

Museu de Cabrera

O museu de Cabrera oferece um panorama completo para conhecer a ilha, mostrando sua evolução ao longo da história. No jardim botânico podemos ver uma completa seleção de plantas da ilha.

Gruta Azul

Com um fundo claro, águas cristalinas e uma luz que lhe aporta um aspecto dos sonhos, a Gruta Azul de Cabrera é um lugar mágico, especialmente no final da tarde, quando os raios de sol passam por sua pequena entrada para enchê-la de luz a brilho. Se você quiser fazer snorkel, desfrutará de uma experiência inesquecível.

Para desfrutar ao máximo do caráter “selvagem” da ilha no melhor estilo de Robinson Crusoe, são muitos os que preferem levar algo para comer, embora você também encontre uma pequena cantina onde pode comer algo.

Como ir a Cabrera

Como não poderia ser diferente, ao ser uma ilha a única forma de ir a Cabrera saindo de Maiorca é de barco. O porto mais próximo e de onde costuma sair a maioria dos barcos é o de Colonia de Sant Jordi.

O tempo de trajeto varia em função do tipo de barco no qual a excursão é realizada. O trajeto lhe oferecerá a possibilidade de avistar Maiorca de longe, além de contemplar a bela paisagem formada pelas peculiares ilhas do Arquipélago de Cabrera.

Você poderá ver toda a informação e reservar a excursão a Cabrera neste link:

Lugares próximos

Praia Es Trenc (23.9 km) Cala Pi (26.4 km) Capocorb Vell (30.5 km) Llucmajor (39.3 km) Praia de S’Arenal (46 km)