Castelo de Bellver

Castelo de Bellver

Construído como fortaleza e residência real, o Castelo de Bellver é uma notável construção de planta circular que oferece um apaixonante passeio pela história de Maiorca através de suas instalações.

Olhando para o passado

O Castelo de Bellver de Maiorca foi construído entre os anos 1300 e 1311 sob a ordem de Jaime II para ser um palácio-fortaleza que funcionaria como residência real e refúgio inquebrantável.

Apesar do seu simples exterior com aspecto de fortaleza defensiva rodeada por um fosso, o castelo contava com um interior de palácio, com a decoração fina e elegante que se espera de uma residência real.

A partir de 1717 se tornou uma prisão militar, abrigando diversos soldados inimigos, além de republicanos e revolucionários. A partir de 1821 começou a ser usado de maneira improvisada como fábrica de moeda.

O que ver no Castelo de Bellver

O emblemático castelo conta com um aspecto pouco comum graças à sua planta circular rodeada por torres semicirculares. No interior, arcos de volta perfeita e abóbadas em cruzaria oferecem um cenário de estilo gótico e medieval que permitem imaginar grandes eventos e pomposas celebrações reais.

O pátio de armas central dá acesso às diferentes estâncias onde o material era guardado e onde se hospedava as pessoas que lá trabalhavam, enquanto as estâncias do andar superior eram dedicadas aos cômodos da família real.

Infelizmente, o estado atual das estâncias é muito diferente ao seu estado original, já que não conserva peças do mobiliário original e as marcas das antigas cores que decoravam os espaços nobres desapareceram com o passar do tempo.

A melhor parte do castelo está no terraço superior, que oferece vistas inigualáveis da baía de Palma e do bosque de pinheiros que rodeia a construção.

Uma visita recomendada

O Castelo de Bellver é um dos principais lugares para ver em Maiorca e realmente vale a pena dedicar algum tempo para visitá-lo. Se o comparamos com o seu vizinho Castelo de Sant Carles, encontramos duas fortificações muito diferentes e seria difícil escolher entre elas, mas felizmente não é necessário, já que as duas são interessantes nos seus respectivos estilos.

Horário

De abril a setembro:
De terça a sábado, das 10:00 às 19:00 horas.
Domingos e feriados, das 10:00 às 15:00 horas.
De outubro a março:
De terça a sábado, das 10:00 às 18:00 horas.
Domingos e feriados, das 10:00 às 15:00 horas.

Preço

Adultos: 4 (US$4,70).
Jovens entre 14 e 18 anos, pensionistas e aposentados: 2 (US$2,40).
Domingos: entrada gratuita.

Transporte

Ônibus: linhas 3 e 20.